mercredi 22 octobre 2014

Ciclo

E já estamos de novo quase no Natal. Mas como é possível? Isto parece um carrossel: quando se dá por ela, a volta já terminou. E é nestas alturas que se volta ao mesmo: o balanço do ano. Tenho remorsos? Fiz o bem que chegue? Fui visitar os pais, tios, primos, a vizinha que tem sempre salsa? Afinal não é bem um carrossel, é mais um disco: gira e toca o mesmo. Resta saber se se aprendeu alguma coisa e se nos tornamos melhores no fundo de cada um de nós.

1 commentaire:

Mariavaicomasoutras a dit…

Deep, que o teu disco continue a girar por muitos e longos anos...na realidade nunca volta ao ponto de partida porque a cada instante tudo muda mesmo que no nosso "olhar" pareça igual...nem sequer duvido que neste ano que passou estás mais madura e mais rica...pelo menos de ideias!
Beijinho deep, Deep*