jeudi 27 juillet 2017

Os amigos...

E quando revemos aqueles amigos do coraçao de longa data, e falámos de tudo o que se passou entre o lapso de tempo em que nao nos vimos, dos amores e desamores, da saúde e da doença, das alegrias e tristezas, do trabalho, dos novos hobbies, dos valores que partilhámos, dos velhos tempos, e rimo-nos das peripécias da vida, e depois vem a hora da despedida, e um vazio fica, mas a sensaçao de um preenchimento emocional vem, e agradecemos ao acaso e/ou ao universo de termos pessoas assim no nosso caminho e em que poderemos contar, mesmo se as vemos todos os 6 meses, porque o que nos uniu, permanece, lá bem consolidado.

Aucun commentaire: