quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Terno...

É de uma ternura estar a subir as cuecas a uma senhora no wc, ela agarrar-se ao meu pescoço e encher-me de beijinhos... Se há coisa que compensa a dureza desta profissão, são momentos assim.

Nasci para ser enfermeira.

6 comentários:

Ana Ferreira disse...

sim, sim, sim, sim =) compreendo te perfeitamente!

CF disse...

Que doçura!!! Que bom vivenciares isso de forma carinhosa...minha querida, assim gosto de ouvir falar de enfermagem e enche-me de orgulho pensar que posso ter um dedinho meu aí...lolol
bjs
PS: estás linda na foto :)

DeepGirl disse...

Ana Ferreira,

Ainda bem, não me sinto só :D.

DeepGirl disse...

CF,

Pode não acreditar, mas lembro-me como se fosse hoje as histórias que contou enquanto era enfermeira na Ilha, e recordo-me ainda melhor de pensar que um dia gostava de ter metade da sua ternura, enquanto as ouvia :). Tenho feito do meu melhor!

E não tem um dedo aqui, tem mais do 10!

Beijinhooo!

PS: Obrigada :). Os ares suiços fazem mais do que bem à alma :p.

Anónimo disse...

Deixando as cuecas para 2º plano, com o carinho que falas da tua profissão poucas dúvidas me restam que nasceste mesmo para ser enfermeira.
Daqui por uns 2 ou 3 anos , quando também já precisar de uma mãozinha para subir e descer os boxers, hei-de lembrar-me deste post.
(tinha de dizer disparate :P)
Jinhos e coiso i tal!! :-))


ass: fraque

Lisie disse...

como te entendo :) recebemos tanto carinho, agradecimentos.. nós cuidamos deles e eles cuidam de nós :) é mesmo gratificante.