mercredi 13 juillet 2011

Bah.

É duro de imaginar que um dia, quando fôr velhinha, possa vir a passar compota num comprimido de cálcio antes do o mastigar, por sofrer de Alzheimer.

Adoro dar beijinhos aos meus "residentes"... A minha chefe bem me disse na entrevista que não ia mais querer sair daquele lar. Para lá caminho.

3 commentaires:

Marta a dit…

É duro, mas estes casos serão cada vez mais e´nós lá chegaremos :s

Força e dá muita alegria e sorrisos, que nisso és muito boa :)
Eu sei que serás uma boa coisa na vida dessas pessoas :)

Beijinhos e aguardo notícias *

siceramente a dit…

Fogo :S Conta lá coisas boas!

Anonyme a dit…

Deve mesmo ser duro chegar a esse ponto de debilidade mental, mas há algo , ao pensar na minha velhice que se avizinha , que imagino ser ainda pior : não ter alguém , familiar ou não , que me cuide e me queira bem se um dia eu vier a ter esse tipo de debilidade.
Cada vez há mais casos de Alzheimer ...cada vez há mais casos de abandono e negligência de idosos.
Jinhos e coiso i tal!! :-))


ass: pré-velho