mardi 15 décembre 2009

Deep Parva!

Sempre afirmei que os "disse-que-disse" eram uma treta. Mas porque é que continuo a acreditar, se sei que o são? Deep Parva, Deep Parva!
(Ó Anónimo "Mal-Dizente", aproveita a deixa para dizer todo o mal que quiseres sobre mim... Abro-te o "espaço"... Pode ser que te atenue algum stress e relaxes... Controla a respiração, já agora...)

2 commentaires:

Anonyme a dit…

Há "disse-que-disse" que, para nossa alegria ou tristeza, se confirmam como factos verdadeiros, mas, regra geral, concordo contigo, pois os "disse-que-disse" são tretas infundadas e com o objectivo de destabilizar ou descredibilizar.
O mais curioso é que em muitas das vezes, acabam por dar o dito por não dito. Baahh!
Também me pergunto: Se sabes que são, porque acreditas?
O simples facto de cogitares a hipótese, ainda que remota, de que um "disse-que-disse" é verdade, só lhe dá força e a quem "disse-que-disse".
Não digas a ninguém que te disse,mas sei de um tipo que te chama ''sacaninha''. Um malandrão, ele!!
Jinhos e coiso i tal!! :-))


ass: boato

Anonyme a dit…

LOL