mardi 19 mai 2009

Decidam-se, tá?

Porque será que toda a gente, após meia dúzia de palavras, se sai com um... "És mesmo maluca...", ou um... "Estás bem?, ou... "Pareces tolinha..."?


Se me deixo ir na onda da deprimência da fase de testes, dizem que estou muito mal e fazem de tudo para me animar (obrigado, desde já pela paciência); se me rio e encaro tudo com um sorriso e altas gargalhadas, tomam-me por Bipolar na fase maníaca.


Opá :p Depois a Bipolar sou eu? E a Bipolar sou eu? [Scolari, voltaaaaaaaaaaa! Nunca a Selecção foi tão perneta como nesta época...].

2 commentaires:

Anonyme a dit…

posso até estar errado(é o mais provável), mas não seremos todos nós naturalmente bipolares?
a vida não é só rir;a vida não é só chorar; a vida é composta por uma soma de experiências, acontecimentos, pessoas...whatever, que fazem potenciar a nossa bipolaridade de humores e de sentimentos.
tudo na Terra depende do equilibrio...yin e yang;bem e mal;amor e ódio;preto e branco;perto e longe;...
então, até é lógico e natural que o nosso estado de espírito, também balançe , entre a fase alegre e disparatada e a fase mais triste e cabisbaixa,dependendo o seu equilibrio dessa oscilação.
Jinhos e coiso i tal!! :-))

ass: sargentão

messy a dit…

"se me rio e encaro tudo com um sorriso e altas gargalhadas" voto neste deepzinha! :D